top of page

O amor tem 4 patas

Atualizado: 23 de mar. de 2022

Cada ensaio fotográfico pet, uma família, uma história.


Sempre gosto de saber o motivo de terem comprado ou adotado o cachorro, o que esse animalzinho significa na vida dessa família. Às vezes pergunto antes do dia do ensaio pet e outras vezes conversamos durante a sessão de fotos mesmo.


Esse ensaio fotográfico do Bob me tocou de uma forma diferente.



Ana me procurou perguntando se eu faria fotos do cachorro deles, da raça dachshund, com 17 anos, que é paraplégico.


Claro que sim, afirmei. Ela estava preocupada se conseguiríamos fazer fotos bacanas, pois ele já não anda e apesar de ter cadeirinha de rodas, não gosta muito.


Expliquei que fazemos tudo de acordo com a capacidade, tempo, disposição e tolerância dos pets. Eles que mandam no ensaio, inclusive no tempo de duração. E as fotos ficariam de acordo com o que fosse possível.



Ela pediu se poderia levar a casinha dele, que é razoavelmente grande, mas que é algo que ele adora. Meu estúdio não é muito espaçoso, mas acho ótimo quando trazem as coisas do pet. Apesar de termos muitos acessórios, é bacana que os registros que ficarão como lembranças, mostrem a personalidade e detalhes daquele cãozinho e da família.




A família é de origem do Rio Grande do Norte, onde os cães ainda são tratadas como cães e menos humanizados. E mesmo morando em São Paulo, o Bob foi criado no quintal, alegre, sempre saudável e na sua linda casinha do telhado vermelho.



No decorrer dos anos ele teve alguns problemas de saúde, cirurgias e devido aos cuidados necessários ele foi ficando cada vez mais tempo dentro de casa e mais próximo aos familiares, inclusive do vovô que hoje tem 86 anos.



Hoje ele vive tempo integral dentro de casa, junto à família que o ama cada dia mais. E fizeram questão de levá-lo a um estúdio fotográfico pet para terem um lindo registro desse ser tão querido por todos.





Mas estavam muito preocupados se ele se comportaria, se as fotos ficariam boas, se daria certo. No final do ensaio a família estava encantada. Comentaram entre eles que o Bob parecia um modelo de verdade, que tinha dado tudo certo, que as fotos ficaram lindas. Eu vi a alegria sincera e o amor daquela família pelo seu cãozinho de 17 aninhos.



E eu quis deixar aqui esse registro por 2 motivos:

1 - Achei lindo ver como a família foi conquistada pelo amor do Bob, inclusive do avô que hoje o trata como neto.

2 - Achei lindo também ver a alegria e satisfação

deles por terem feito esse registro. Inclusive já estão planejando mais fotos. Adoraram a experiência.



Foi em ensaio pet que mexeu no meu coração. Gratidão por esse ensaio fotográfico e muita saúde e alegria ao Bob.






49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page